empregabilidade-informatica

Empregabilidade de um curso superior de informática

No ano em que escolhi fazer um curso superior de informática a taxa de empregabilidade na informática era de si muita elevada, superior a 90%. Quer isso dizer que em cada 100 formados em informática apenas 10 não são contratados. Nem todos têm perfil.

Hoje em dia essa taxa é ainda maior. Depende da faculdade, mas se fizeres a licenciatura em informática no Técnico Lisboa, diria que a probabilidade de arranjares emprego é praticamente garantida. Bom demais para ser verdade?

És procurado antes de terminares o curso

É comum os alunos com as melhores notas (ou média) serem contactados por empresas durante a sua licenciatura. Claro que não deves interromper a tua licenciatura em informática só porque recebeste uma proposta de emprego. Mas este é um sinal de que as empresas precisam desesperam por ti.

Se decidires fazer o mestrado integrado, então vais receber ainda mais propostas de empresas e quando estiveres a terminar o teu mestrado em informática. Ao começarem cedo, esta é uma forma das empresas garantirem que quando terminares o mestrado o teu coração já está conquistado.

Recebes pedidos de ligação no LinkedIn de desconhecidos

Uma miúda gira adicionou-te no LinkedIn. Não, ela não está perdida por ti, isto não é o Facebook. Com mais atenção reparas que ela trabalha nos recursos humanos de uma empresa de informática ou consultora.

Mais uma vez, esta é mais uma forma das empresas chegarem até ti, uma forma bem mais agradável do que um email institucional 🙂 O próximo passo é ela convidar-te para um café uma reunião. Aceita, não perdes nada, ser entrevistado é uma arte, pratica sempre que puderes!

Dás por ti a ir a entrevistas sem nunca ter procurado emprego

Esta deve ser das poucas áreas em que não precisas procurar emprego, só tens de escolher o emprego que preferes.

Em informática, é o emprego que te procura.

Seja em Portugal ou na Europa, em empresas multinacionais ou startups, com tecnologias desktop ou web/mobile, a trabalhar para outros ou em freelancing. O que não te vai faltar são saídas profissionais na informática. Há por aí muita coisa gira para te aventurares.

E depois há os números

estatistica empregabilidade ist

(O ISCTE tem estatísticas semelhantes)

Um estudo imparcial da Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino, listou por ordem os cursos universitários com maiores taxas de empregabilidade. Independentemente da tua escolha da universidade, um curso superior em informática garante-te que vais estar nos quatro primeiros lugares do TOP!

Já acreditas agora?

Diogo Nunes

Diogo Nunes é Mestre em Eng. Informática pelo IST. A sua visão é melhorar a vida das pessoas através da tecnologia. Além disso escreve para o blogue "The Geeky Gecko" e já conta com três livros publicados. A sua segunda paixão é a fotografia.