preparar-estudar-teste-exame

5 conselhos para melhores notas nos testes

Fazer um teste resume-se ao estudante mostrar aquilo que sabe. No entanto, mesmo o aluno que preparou a matéria para o teste pode comprometê-lo. As principais armadilhas durante um teste são ficar sem tempo ou dar respostas incompletas.

Se tentares dar respostas muito completas ficas sem tempo; se evitares gastar muito tempo em cada pergunta vais dar respostas que não vão ter a cotação completa. É preciso encontrar um equilíbrio. Se seguires as 10 dicas para ter boas notas na universidade, em conjunto com os conselhos que apresentamos abaixo, vais assegurar os melhores resultados possíveis para os teus conhecimentos.

Vê o teste, responde depois

Antes de responderes à primeira pergunta deves dar uma leitura superficial sobre todas as perguntas do teste, para teres uma ideia de que tópicos vão ser abordados. Desta forma ficas a saber o tamanho e a dificuldade do teste que te espera. Melhor ainda, enquanto respondes a uma pergunta a tua mente está a pensar silenciosamente nas outras.

Divide o tempo

Faz uma conta rápida para teres uma ideia quanto tempo podes gastar em cada pergunta. Por exemplo, pega no tempo total do exame, subtrai dez minutos e divide pelo número de perguntas. Desta forma, durante o exame, vais poder sair se estas a ficar atrasado ou se estás a ir rápido demais.

Avança do mais fácil para o mais difícil

Os bons estudantes nunca respondem às perguntas pela ordem em que são apresentadas. Empiricamente, descobriu-se que a forma mais eficiente de resolver um exame é começar pelas perguntas mais fáceis. Assim estás a concentrar a tua energia nas perguntas que dominas, garantindo que pelo menos nestas obténs a cotação máxima. É tudo uma questão de gestão de prioridades.

Salta uma pergunta se não tiveres uma resposta imediata. Se encontrares uma ou mais perguntas destas no início do teste o teu instinto natural poderá ser entrar em pânico. Não bloqueies ou vais desperdiçar uma série de pontos fáceis à tua espera no resto do teste — e vais acabar por fazer tudo à pressa, só porque ficaste preso naquela maldita pergunta. Se seguires o conselho de começar pelas fáceis, vais estar a acumular pontos e confiança para atacar as mais difíceis.

Faz um guião antes de escreveres

Nas perguntas de desenvolvimento — se precisares de fazer uma composição ou dar uma resposta mais estruturada — não deves começar imediatamente a escrever à medida que pensas. Deves sim identificar e sublinhar na pergunta as várias miniperguntas que te estão a ser feitas, para teres a certeza que a tua resposta é completa. Estrutura a tua resposta por tópicos, com os argumentos e fundamentos que achares necessários. Numera cada um pela ordem que vais apresentá-los. Só nesse momento estás pronto para começar a escrever a resposta.

Verifica as tuas respostas

No final, se tiveres tempo (e deves ter) faz uma revisão às tuas repostas. Vais surpreender-te com a quantidade de erros que vais encontrar e que comprometiam a validade da tua resposta. Outras vezes serão conceitos importantes que te esqueceste de mencionar na resposta. Garante que as respostas estão todas na folha de teste, que estão bem identificadas e que não te enganaste nem esqueceste de nada.

Diogo Nunes

Diogo Nunes é Mestre em Eng. Informática pelo IST. A sua visão é melhorar a vida das pessoas através da tecnologia. Além disso escreve para o blogue "The Geeky Gecko" e já conta com três livros publicados. A sua segunda paixão é a fotografia.